Obrigado por mostrar como é uma família disfuncional. Não o tipo suave em sitcoms que tem argumentos bobos que sempre terminam em beijos e uma lição aprendida. O tipo com abuso. O tipo com alcoolismo . O tipo com membros da família tóxicos. O tipo com problemas reais , problemas que vão além de discordar sobre um namorado ou as sobras na geladeira.

Obrigado por mostrar que as crianças não precisam se tornar seus pais. Isso, mesmo que eles tenham contaminado genes, vícios que são passados para eles, eles não estão destinados a cair no mesmo caminho autodestrutivo que sua mãe e seu pai. Eles podem escolher ser diferentes. Eles podem trabalhar para mudar a si mesmos. Eles podem pegar a merda da mão que receberam e fazer algo especial com isso.

Obrigado por mostrar como é ficar preso dentro de um ambiente tóxico. Para crescer cedo demais. Aprender desde cedo que algumas pessoas, até mesmo os membros da sua própria família, não merecem o seu tempo e esforço, mesmo que eles tenham te criado e colocado um teto sobre sua cabeça. Obrigado por mostrar como às vezes você tem que se educar, você tem que se cuidar, você tem que se colocar em primeiro lugar porque ninguém mais vai fazer isso por você.

Obrigado por mostrar quanto sucesso alguém pode ganhar, mesmo que eles venham do nada. Por deixar claro que a riqueza e o status de alguém não têm correlação com sua criatividade e inteligência . Para deixar claro que não importa em que tipo de casa você cresceu, porque você ainda pode realizar o que quer que você tenha feito. Você ainda pode ir para a faculdade. Você ainda pode começar seu próprio negócio. Você ainda pode fazer algo de si mesmo.

Obrigado por mostrar a realidade dos relacionamentos. Para mostrar casais se juntam e desmoronam. Por mostrar que relacionamentos importantes terminam e descobrir que ambas as partes ainda estão respirando, ainda sobrevivem sem a outra pessoa. Obrigado por deixar claro que você pode superar qualquer desgosto, mesmo que tenha pensado que isso duraria a vida toda. Obrigado por mostrar que nem tudo dura – e isso é realmente bom. Isso pode realmente levar ao crescimento.

Obrigado por mostrar como é difícil passar dos vinte anos . Porque é difícil juntar dinheiro suficiente para pagar pelo seu próprio lugar. Por que é difícil fazer isso até o dia da formatura e conseguir um emprego estável sem perder a cabeça.

Shameless

Obrigado por mostrar Lip trabalhando para superar seu alcoolismo. Obrigado por mostrar Ian confortável com sua sexualidade. Obrigado por mostrar a Fiona fazer algo de si sem ninguém ajudá-la a ter sucesso.

Acima de tudo, obrigada por me lembrar que não estou sozinha em minhas lutas. Por me fazer perceber que não sou tão fodida quanto me sinto. Obrigado por me mostrar uma família com a qual posso me relacionar de uma vez, porque ajuda saber que não sou a única a passar por essa merda.