Não é que os introvertidos não querem se apaixonar. É só que a nossa solidão é impressionante. De tirar o fôlego, na verdade. Nós vemos as cores de maneira diferente quando estamos sozinhos. Temos tempo para parar e olhar e devorar verdadeiramente uma cena, um cheiro, o rosto de um estranho. Notamos mais coisas quando estamos sozinhos, cenas se desenrolam diante de nossos olhos como pinturas cinematográficas. O tempo não escapa como areia entre nossos dedos quando somos nossa própria companhia. Demora um pouco mais, por mais alguns segundos, sem nada nos afastar de onde nossas mentes vagaram e do que estamos experimentando. Nós não temos um braço puxando o nosso quando estamos sozinhos – não temos onde estar, ninguém para fazer um show, ninguém para nos arrastar para fora dos sonhos que tecemos.

Não é que os introvertidos não querem se apaixonar; não é que os introvertidos não queiram passar algum tempo na companhia de alguém que admiramos. É só que gostamos mais da companhia do mundo. É só que queremos descobrir tudo sem nunca sermos tirados do seu transe, da sua beleza. É só que não encontramos alguém que possa fazer isso conosco, pois essas pessoas são raras e estranhas e muitas vezes escondidas de maneira semelhante.

Veja, é dolorosamente difícil encontrar alguém que respeite nossa necessidade de profundidade, por curiosidade, por tranquilidade; Alguém que nos deixa quando nos vê olhando para o oceano cinco minutos a mais do que qualquer um deveria. É difícil encontrar alguém que entenda que nossas casas são um oásis, que livros e cobertores e quintais cheios de pinheiros sempre ganharão o volume e a intensidade de uma noite na cidade. É difícil encontrar alguém que entenda o que significa sentar-se em um lugar bonito e simplesmente respirar. É difícil encontrar alguém que se conecte tão profundamente quanto nós, alguém cujo próprio coração bate à música de um tambor mais suave. Alguém que simplesmente entende – sem palavras, sem explicação, sem sacrifício. Alguém que conhece.

Não é que os introvertidos não querem se apaixonar. É difícil encontrar alguém que não se apresse, corra, nos apresse em nosso silêncio. É difícil encontrar alguém que não se apresse, corra, apresse o mundo.