À medida que envelheci, minha visão dos relacionamentos mudou. Eu cresci como mulher, como pessoa, como mãe e quero algo significativo, algo que valha a pena e algo de longo prazo.

Eu não quero amor, quero um parceiro no crime.

Eu não quero um relacionamento, quero uma parceria.

Qualquer um pode ter um relacionamento. No entanto, nem todos podem fazer parte de algo mais profundo que um relacionamento. Nem todos podem compartilhar uma verdadeira parceria com alguém que amam.

A verdade é que estar com alguém não é suficiente para criar uma parceria. Amar alguém não é suficiente para criar uma parceria.

Eu quero um parceiro no crime e não me refiro a Bonnie e Clyde como parceiros do crime.

Um parceiro no crime é alguém que será meu companheiro de equipe. Nós seremos o maior fã um do outro, líder de torcida, ombro para chorar, terapeuta e ouvido atento.

Um parceiro no crime é alguém com quem eu posso ser, sem ter que me preocupar em filtrar o que digo ou faço, alguém que consegue meu senso de humor fodido e ri de minhas piadas estúpidas.

Um parceiro no crime estará lá no meu pior quando estiver doente, estressado, deprimido, frustrado e com o coração partido. Eu quero alguém que alivie a minha dor quando ela for demais.

Um parceiro no crime é alguém que sempre estará lá para mim, pronto para um desafio, para uma batalha e, acima de tudo, alguém que nunca desistirá de mim.

Um parceiro no crime é alguém com quem posso viajar, aventuras loucas e alguém com quem sempre posso me divertir, alguém com quem não me importo para onde vamos ou o que fazemos enquanto estamos juntos.

Um parceiro no crime vai acreditar em mim e nos meus sonhos e vai ficar atrás de mim, não importa o quanto meus sonhos possam parecer exagerados para os outros.

Uma parceria é construir uma vida em que ambos superamos obstáculos e aprendemos juntos. Trabalhamos juntos para um objetivo comum. Temos respeito mútuo e compromisso total um com o outro.

Uma parceria significa compromisso. Isso significa apoiar um ao outro. Isso significa sacrifício. Significa caminhar pela lama da vida sabendo que alguém está de costas, não importa o que venha no nosso caminho.

Uma parceria significa nutrir e capacitar um ao outro.

Um parceiro no crime reconhece que brigas e desentendimentos ocorrerão. Quando isso acontecer, faremos o que for necessário para percorrê-los. Assumiremos a responsabilidade por nossas ações e não culparemos o outro pelo que ele evoca em nós. Nós vamos resolver as coisas juntos.

Eu quero um parceiro no crime.

Eu quero um parceiro no crime para enfrentar este mundo cruel e frio com, eu quero alguém que ninguém nunca vai ficar entre nós dois. Eu quero alguém que me ensine mais sobre mim mesmo. Eu quero alguém que nunca me contenha. Eu quero alguém que saiba quando algo está errado, apenas olhando para mim e sabe como me confortar com o seu toque. Quero alguém com quem estou confortável em ser vulnerável. Eu quero alguém com quem eu possa me divertir sem adulteração. Eu quero alguém que não apenas me atraia fisicamente, mas também me atraça através de sua força de caráter e bondade. Eu quero que alguém acredite em mim, me motive, me inspire e me fortaleça.

Eu quero um parceiro no crime que estará comigo nos dias em que devo enfrentar meus demônios, alguém ao meu lado para me ajudar a suportar as batalhas. Eu quero alguém que nunca desista de mim porque ele sabe que o bem supera o mau e que o feio não o assusta.

Eu quero um parceiro no crime que será meu confidente. Alguém com quem posso conversar – sabendo que não importa o que eu diga, vou me sentir seguro contando a ele sobre minhas lutas, pensamentos e desejos mais pessoais.

Eu quero mais do que um amante, quero um parceiro no crime.